•  

      20_anos_SOBRATT  CERTIFICACAO   SEJA_UM_APOIADOR

16/03/2020 – ORIENTAÇÕES para IMPLANTAÇÃO EMERGENCIAL do HOME OFFICE nas EMPRESAS (16/03/2020)

160320_COVID

Por Cleo Carneiro – Diretor de Relações Internacionais da SOBRATT – Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades

O Teletrabalho  tem sido implantado pelas empresas em caráter emergencial, na presente situação de crise resultante da pandemia do coronavírus

Essa implantação, por sua caraterística emergencial, tem sido feita muitas das vezes sem levar em conta algumas regras mínimas que garantem os resultados  esperados.

Atenta a essa situação, e no sentido de dar uma contribuição para essa questão, a SOBRATT está oferecendo um material de  orientação, estabelecendo as responsabilidades das áreas envolvidas. A partir dessa definição de responsabilidades, cada empresa poderá desenvolver o seu processo de implantação, de acordo com as suas características e grau de conhecimento do assunto.

É importante mencionar que, passada esta fase crítica,  é fundamental que a empresa proceda a uma implantação mais estruturada, com base nessa experiência; assim essa implantação estruturada trará resultados completos e duradouros.

Estamos certos de que com essa mensagem, a SOBRATT está contribuindo para com as organizações, neste momento crítico pelo qual estamos passando.

 

OBJETIVO

  • Possibilitar a continuidade das operações da empresa a partir do trabalho em Home Office, lembrando que esta iniciativa só se destina a colaboradores que executem suas atividades de forma intelectual, à distância, através dos sistemas de informação e comunicação.

RESPONSABILIDADES – GESTORES

  • Estabelecer uma relação de confiança e segurança recíproca – gestor x colaborador
  • Definir as atividades a serem executadas e respectivos prazos.
  • Estabelecer as regras de monitoramento e apoio às atividades que serão desenvolvidas.
  • Manter um processo de comunicação permanente – orientação e feed back

RESPONSABILIDADES – COLABORADORES

  • Reportar as intercorrências ao gestor, à área de TI e RH, em função do tipo de problema que possa encontrar
  • Estabelecer um “acordo familiar”, para que não haja interferência por parte dos habitantes da residência nas atividades do colaborador
  • Executar as atividades em um ambiente físico minimamente adequado, em termos de mobiliário e ergonomia

RESPONSABILIDADES – RH

  • Prover uma Comunicação da implantação do Home Office em caráter emergencial
  • Estabelecer as regras de elegibilidade, levando em consideração os processos envolvidos
  • Manter um processo de comunicação permanente, dando conta do status do Programa de Home Office
  • Realizar reuniões virtuais periódicas de acompanhamento / avaliação / celebração -com gestores/Participantes

RESPONSABILIDADES – JURÍDICO

  • Estabelecer as regras com relação aos aspectos jurídico trabalhistas – controle de jornada, horas extras, prevenção e comunicação de acidentes deverão ser estabelecidas/orientadas, mediante termo de autorização/adesão ao programa, destacando seu caráter provisório e emergencial.

RESPONSABILIDADES – TI

  • Definir a infraestrutura necessária – equipamentos e programas – para a execução das atividades em Home Office, possibilitando

    • Acesso aos dados necessários
    • Comunicação com gestor/clientes internos e externos
    • Observância às questões de Segurança da Informação
  • Estabelecer soluções de contorno para as situações de impossibilidade de atender a todos os requisitos da infraestrutura
  • Configurar os equipamentos e instalar os programas necessários
  • Prover o help desk de suporte para atender as intercorrências

 

PREVINA-SE E PROCURE UM SERVIÇO MÉDICO SE APRESENTAR SINTOMAS COMO FEBRE, TOSSE E DIFICULDADE DE RESPIRAR. 

<< Voltar