•  

      20_anos_SOBRATT  CERTIFICACAO   SEJA_UM_APOIADOR

07/09/2018 – Correia de Campos defende mais regulamentação e incentivo ao teletrabalho para promover natalidade (07/09/2018)

Conselho Econômico e Social apela à adopção de políticas integradas e um melhor diagnóstico para saber porque nascem cada vez menos crianças.

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Correia de Campos, considera que é preciso mais regulamentação e incentivo, por exemplo, ao teletrabalho. São medidas que podem ajudar a resolver o problema da natalidade em Portugal e a conciliação da vida profissional e familiar.

“Nós, provavelmente, necessitamos de mais regulamentação e mais incentivo ao teletrabalho. Parece-me de bom senso que o teletrabalho talvez consiga permitir que as mulheres em casa possam cuidar dos filhos ao mesmo tempo que fazem algum trabalho”, diz Correia de Campos, em entrevista à Renascença.

Correia de Campos ressalva, no entanto, que esta não é “uma solução universal”. “Não há soluções universais nesta matéria”, acrescenta, lembrando que “está tudo a mudar tanto e tão depressa” e que é necessário “ter muita flexibilidade”.

Esta sexta-feira, o CES promove uma conferência submetida ao tema “Desafios demográficos”, um evento com a presença de vários especialistas sobre o assunto.

Correia de Campo apela a um consenso entre partidos e parceiros para que se adotem políticas integradas e defende a necessidade de se fazer um diagnóstico mais preciso para saber em detalhe porque é que cada vez nascem menos crianças.

<< Voltar